quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Falso Amigo

O termo coloquial “falso amigo” é muito utilizado na Lingüística, especificamente em áreas da tradução, para fazer alusão às lexias cognatas com significados distintos.

Ou seja, o falso amigo é aquele signo lingüístico que, na maioria das vezes pelo efeito de partilha de uma mesma etimologia, tem uma estrutura externa muito parecida ou idêntica a de outro signo numa outra língua, cuja tradução é completamente diferente.

Essa conformidade das aparências leva o bilíngüe a estabelecer uma relação de significados ou, aproveitando à mesma terminologia, ao crer numa relação de amizade semântica falsa.

Os aspectos do falso amigo são:

1. Aspecto Externo:

a) Escrita:

- Homógrafos
- Diferente Grafia

b) Oralidade:

- Homófonos
- Diferente pronúncia

2. Aspecto Interno:

- Diferente gênero gramatical
- Diferente registro lingüístico

Veja a seguir alguns exemplos:

Espanhol - Brasil Escola

Nenhum comentário: